A prática de exercícios físicos pode melhorar a imunidade

Você sabia que os exercícios físicos podem melhorar a imunidade do seu organismo? Muitos estudos têm demonstrado que a prática regular de exercícios pode aumentar a eficiência do sistema imunológico.

Contribuindo para que as nossas células de defesa se tornem mais fortes para enfrentar agentes infecciosos, por exemplo o COVID-19. Assim como gripes, resfriados e alergias.

Então, manter uma vida ativa é fundamental durante a pandemia que estamos vivendo, principalmente porque ainda não existe um tratamento eficaz contra o coronavírus.

Por isso, neste artigo você encontrará todas as informações que precisa para melhorar a imunidade, bem como dicas para manter uma vida ativa na quarentena.

Qual a importância de melhorar a imunidade

Basicamente, o sistema imunológico é a principal linha de defesa do nosso corpo, pois ele conta com células e tecidos especiais que nos protegem contra microrganismos presentes no ar.

Dessa forma, sem o auxílio do sistema imune, estaríamos suscetíveis a todos os tipos de infecções, reduzindo significativamente nossa qualidade e expectativa de vida.

Então, melhorar a imunidade é uma boa forma de prevenir diversas enfermidades, assim como permitir que o nosso corpo se recupere mais rapidamente de doenças.

Ainda mais quando levamos em consideração o contexto em que estamos vivendo, visto que enfrentamos uma pandemia por conta do novo coronavírus.

Nesse sentido, melhorar o sistema imune é a forma mais garantida de prevenção contra o COVID-19, e manter uma vida ativa contribuí muito para alcançar tal resultado.

Principalmente quando a prática de exercícios é associada com uma alimentação saudável rica em vitaminas e minerais. Bem como, com uma boa qualidade de sono e hábitos de higiene conforme as recomendações da OMS.


Exercícios moderados podem melhorar a imunidade

Existem muitos estudos que demonstram que a atividade física pode melhorar a imunidade, pois durante o exercício ocorre a liberação de vários hormônios que deixam as nossas células de defesa mais alertas.

No entanto, para atingir tal resultado o exercício não pode ser intenso ou prolongado. Visto que treinos muito vigorosos causam fadiga muscular e podem deixar o organismo mais suscetível a infecções (1).

Isso ocorre porque a prática de exercícios intensos causa a inflamação do tecido muscular, fazendo com que parte das células de defesa se dediquem a reparar o tecido após o trauma (2).

Portanto, o recomendado é manter uma rotina de atividade física moderada de, no máximo, 40 minutos por dia. Bem como, intercalar a prática com dias de descanso e respeitar os limites do seu corpo.

Seguindo essas orientações, o exercício é uma excelente maneira de melhorar a imunidade e deixar o organismo mais forte para enfrentar o coronavírus.

Principalmente se a atividade física for aeróbica, pois estimular nossa capacidade respiratória e cardiovascular tem um impacto direto no sistema imunológico (3).

Aumentando a produção do linfócito T e das células NK (Natural Killer Cell) responsáveis por detectar e eliminar os microrganismos invasores do nosso corpo (3).

Além disso, pessoas com um bom condicionamento físico se recuperam mais rapidamente de doenças infecciosas e apresentam sintomas mais brandos.


Benefícios da prática de exercícios a saúde

Sem dúvida manter uma vida ativa através da prática regular de exercícios físicos traz muitos benefícios para a nossa saúde, que podem ir muito além de melhorar a imunidade.

Por exemplo, a atividade física confere maior energia e oxigenação para o nosso corpo, então melhora a saúde dos nossos órgãos e tecidos e contribui para uma maior longevidade (4).

Da mesma forma, os exercícios contribuem para o nosso humor e podem ajudar no tratamento de ansiedade e depressão. Portanto, manter uma rotina de treinos é essencial para preservar a saúde mental durante a quarentena (5).

Além disso, existem muitos outros benefícios relacionados a prática de atividade física, como:

· Aumentar a disposição e combater a fadiga;

· Melhorar o foco e a produtividade ao longo do dia;

· Reduzir o risco de desenvolver doenças crônicas como diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares (6);

· Contribuir para a memória e melhorar a saúde do sistema nervoso;

· Promover o relaxamento e aumentar a qualidade do sono (7);

· Reduzir a dor crônica (8);

· Melhorar a saúde da pele por conta da liberação de antioxidantes;

· Contribuir para a saúde dos músculos e ossos.


Como manter uma vida ativa e melhorar a imunidade durante o isolamento

Agora que você já sabe como os exercícios físicos podem contribuir para a saúde e melhorar a imunidade do seu corpo, é importante planejar como manter uma vida ativa mesmo durante a quarentena.

Dessa forma, como a reabertura de academias ainda não foi liberada no estado de São Paulo, a maneira mais segura de manter uma rotina de treinos é através dos exercícios em casa.

Já que praticar exercícios em ambientes abertos pode te deixar mais vulnerável a contaminação por COVID-19, pois o vírus pode permanecer suspenso no ar por até 3 horas.

Porém, não é recomendado que você mantenha uma rotina de treinos sem supervisão especializada. Ainda mais porque você pode acabar exagerando na dose e deixando seu organismo mais suscetível a infecções.

Nesse sentido, a Body Gym tem investindo em alternativas para te oferecer suporte e orientação mesmo a distância. Por exemplo, nós temos um grupo secreto onde compartilhamos treinos, desafios e dicas nutricionais.

Além disso, estamos desenvolvendo um aplicativo que levará os melhores treinos do nosso time de especialistas até a sua casa. Tudo para estar cada vez mais presente no seu dia a dia.


Alimentação para melhorar a imunidade

Por fim, não podemos deixar de mencionar o impacto da alimentação para melhorar a imunidade. Pois, atender às necessidades nutricionais diárias do corpo deixa todas as nossas células fortes para enfrentar qualquer desafio.

Ainda mais quando consumimos alimentos que contenham vitaminas e minerais que atuam diretamente no sistema imunológico. Por exemplo:

· Frutas cítricas: são ricas em vitaminas C e aumentam a resistência do organismo;

· Vegetais verdes escuros: possuem nutrientes que auxiliam na formação dos glóbulos brancos;

· Oleaginosas: são ricas em vitamina E que mantém as células de defesa ativas e fortes;

· Leguminosas: possuem alta concentração de zinco, um mineral essencial para prevenir doenças respiratórias;

· Gengibre: rico em vitamina C e B6, auxilia no tratamento de inflamações e infecções.

Então, inclua esses alimentos nas suas refeições e pratique exercícios físicos moderados, assim você conseguirá melhorar a imunidade do seu organismo naturalmente.


Gostou deste artigo? Compartilhe nas suas redes e divida esta informação!

6 visualizações

Copyright © 2020 Body Gym Academia. Todos os direitos reservados.

Criado por Somos Art & Design.

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube ícone social
  • whatsapp-logo-1