• Admin

O Alongamento e seus Benefícios

Alongamentos podem te ajudar muito com aquela dor muscular pós treino, sabia?

Dá uma conferida nesse artigo e descubra muitos outros benefícios e quais os tipos de alongamento utilizar em cada momento!

PARA QUE SERVE O ALONGAMENTO?


São exercícios físicos orientados para a manutenção ou melhora da flexibilidade e amplitude dos movimentos, bem como evitar lesões. Praticá-lo é mais comum em atividades físicas esportivas como ginástica e corrida, atividades não esportivas como a Yoga e o balé, e em reabilitação como a fisioterapia.


Sem a realização desse exercício, os músculos podem ficar tensos aumentando as possibilidades de distensão de dores nas articulações e danos.


O aquecimento consiste na prática de exercícios que o musculo fique em sua extensão máxima, mas com menor intensidade do que um treino. Este passo é muito importante e fundamental para ter uma boa performance e sobretudo para evitar lesões.


Mas existem diversos outros benefícios do alongamento para te incentivar a praticar, como:


· Aumenta a circulação sanguínea dos músculos;

· Alivia dores no músculo após treinos;

· Melhora a postura;

· Previne e trata dores na coluna;

· Previne tendinites e LER (lesão por esforço repetitivo);

· Ajuda a diminuir dores de cabeça;

· Ameniza cólicas menstruais;

· Estimula a liberação de serotonina;

· Aumenta a consciência corporal;

· Alivia o estresse e acalma a mente.


Além de todos esses benefícios, o alongamento massageia os órgãos internos, que vai estimular a circulação sanguínea e entrega de nutrientes pelo corpo.


Então, se você é uma pessoa que acorda cheia de dores musculares, é bastante provável que o alongamento resolva o seu problema. Porém, não é uma prática que deva ser realizada de vez em quando. O alongamento deve ser realizado regularmente e isso é o que te trará os benefícios citados anteriormente. Então, o ideal é alongar os músculos do corpo todos os dias!


VOCÊ SABIA?

Além do alongamento, existem outras práticas que podem te ajudar com a musculatura, como o PILATES, que ajuda na correção e alinhamento da postura, assim como o YOGA.


TIPOS DE ALONGAMENTO


Existem vários tipos de alongamentos, que devem ser utilizados de acordo com a necessidade de cada pessoa. Confira qual sua necessidade e o tipo específico de alongamento para utilizar:


DINÂMICO: Esse alongamento tem movimento ativos com a finalidade de fazer os músculos se alongarem. Pode ser realizado antes dos treinos, para aquecer e preparar os músculos. Vão ajudar na amplitude do movimento e na mobilidade das articulações.


ESTÁTICO: O alongamento estático envolve alongar o músculo isoladamente até um ponto de sentir um leve desconforto, não dor. Geralmente a posição é mantida sem movimento por um período que pode variar entre 15 e 30 segundos. É bastante indicado para ser realizado após outros exercícios para relaxar os músculos e reduzir riscos de lesões.


ATIVO: Esse alongamento vai funcionar como o alongamento estático, com a finalidade de alongar os músculos pelo maior tempo possível. Vai fortalecer alguns músculos enquanto outros relaxam.


PASSIVO: Esses alongamentos são realizados com o auxílio de alguém ou de algum equipamento, que podem ser faixas elásticas ou bolas. O objetivo é o mesmo do alongamento estático, que é relaxar os músculos.


ISOMÉTRICO: Nesse exercício os músculos ficarão e tensos fazendo força. Vai funcionar para proporcionar mais flexibilidade e força. Um exemplo desses exercícios são as pranchas. Porém, não é indicado que seja feito com frequência por todas as pessoas. É preciso ficar bem atento para não executar de forma errada e causar lesões.


BALÍSTICO: Esses exercícios vão forçar os limites do músculo, assim como os dinâmicos, mas também são conhecidos como calistenia. Nos exercícios estão envolvidos saltos e práticas repetitivas, realizadas de forma mais rápida, que vão ajudar na amplitude do movimento.


EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO: QUANDO E QUAL UTILIZAR


A principal dica é: Preste atenção nos sinais do seu corpo. Se ao alongar, sentir alguma fisgada, o melhor é parar e assim evitar lesões futuras. Para cada parte do corpo existe um tipo específico. É possível alongar a coluna, lombar, ciático, pernas, costas. Vejamos alguns:


ALONGAMENTO PARA LOMBAR: Fique em pé, com a coluna bem ereta e os braços estendidos relaxadamente ao lado do corpo. Respire fundo e lentamente vá deixando o tronco cair para frente, de forma que os braços continuem bem relaxados ao longo do corpo. Mas só deixe o corpo até onde alcança quanto sentir conforto em alongar a lombar. Fique por 10 segundos.


ALONGAMENTO PARA COLUNA: fique na postura de 4 apoios, com mãos e joelhos bem firmes no chão e tente colocar o queixo no peito, enquanto força as costas para cima. Fique assim por 15 segundos.


ALONGAMENTO CIÁTICO: Fique deitado de costas, com os joelhos dobrados e os pés apoiados no chão. Então, traga um dos joelhos ao peito com o apoio das duas mãos embaixo da perna que foi levantada. A outra fica dobrada em repouso. Permaneça na posição por 30 segundos e troque o lado.

Para completar o exercício, na mesma posição deitada e com os joelhos dobrados, cruze uma perna sobre a outra, com ajuda das duas mãos traga a perna que ficou apoiada no chão em direção ao seu peito. Fique por 30 segundos e repita com a outra perna. Volte à posição de barriga para cima e joelhos dobrados. Então, com a ajuda de uma faixa, alcance a base do pé de uma das pernas e traga em direção ao corpo. A perna deverá ficar esticada o máximo possível, mas sem sentir fisgadas. Fique por 30 segundos e repita com a outra perna.


Depois de ler esse artigo, o alongamento vai passar a fazer parte do seu dia a dia?

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Copyright © 2020 Body Gym Academia. Todos os direitos reservados.

Criado por Somos Art & Design.

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube ícone social
  • whatsapp-logo-1